Especial edição

António Mateus Cruz – Retratos de Sintra

Sónia Firmino
Partilhar

António Mateus Cruz é mais um jovem de Sintra, também residente na costa – Praia das Maçãs – amigo dos atletas principais desta edição. Tal como o Nic e o Fred, tem uma paixão imensa pelo local onde reside, tão grande que em 2016 lançou o seu 1º livro “Um Pouco de Sintra” que também testemunha a sua paixão pela fotografia. São 254 fotos inéditas que retratam o surf, os marisqueiros, o vinho de Colares, às várias tradições festivas, etc. “Um Pouco de Sintra” está muito centrado na região litoral, mas tem também
uma forte componente de paisagens aéreas e fotos aquáticas. A sessão de lançamento do livro aconteceu na emblemática garrafeira do Restaurante Búzio, na Praia das Maçãs, em Colares, e foi conduzida pelo Professor Eduardo Marçal Grilo, Curador da Fundação Francisco Manuel dos Santos, e por Vítor Serpa, escritor e diretor do jornal desportivo A Bola, autores do prefácio da obra.

Mas afinal quem é o António Mateus Cruz, e por que razão decidimos juntá-lo à dupla desta edição? O António, conhecido por “Toninho” entre os seus pares, é um autodidata, apaixonado por Sintra, pela fotografia e pelo mar. Aos 16 anos publicou a sua 1ª foto na Vert Magazine , foi editor de fotografia da Soup Surf Magazine e colaborou, esporadicamente, com outras edições nacionais e internacionais. Estudou design gráfico e gestão hoteleira e, atualmente, trabalha com a família no restaurante-cervejaria
“Búzio”. No pouco tempo que sobra tem viajado pelo mundo de máquina fotográfica na mão, e ainda abraça projetos da sua comunidade com um verdadeiro espírito associativista.

Recentemente o “Toninho” lançou o seu 2º livro – #orumoaos250 – que é um “registo dos duzentos e cinquenta anos de festa popular que os Almoçagemenses acreditam ser a única celebrada ininterruptamente desde o seu começo em 1768”. O lançamento deste livro foi o arranque dos festejos deste ano, em honra da padroeira da aldeia de Almoçageme (Colares). A Festa de Nossa Senhora da Graça, anual, realizada no início de outubro, não foi interrompida em 2020, apesar de ter sido realizada num formato
diferente, seriamente adaptado às contingências. O livro tem dois prefácios, um deles escrito por António Fernando Correia de Campos, jurista e ex ministro da Saúde e Miguel Esteves Cardoso, a quem se conhecem publicamente os amores por Sintra, particularmente por Almoçageme, aldeia onde também reside.

A receita da venda do livro é inteiramente dirigida à Comissão de Festas de Nossa Senhora da Graça. Fotos, recolha de informação, paginação, edição e revisão de texto, foram tarefas assumidas na totalidade, a custo zero, por António Mateus Cruz, que se socorreu de algumas ajudas técnicas de amigos e família. António Correia de Campos, escreveu no prefácio do livro: “(…) com costela de Man Raynos retratos instantâneos, colhe e regista, mesmo em papel como todos ainda gostamos, o que há de mais autêntico nestas terras e nestas gentes.

Grato pela sua simpatia e paciência, todos lhe estamos reconhecidos por este magnífico registo de história” O Nic, o Fred e agora o Toninho são residentes de “elite” de Sintra. A
partir daqui, importam e exportamtalentos naturais e veias empreendedoras. Se houve um fio condutor na conversa que o JEL teve com os três, foi definitivamente a paixão que têm a este concelho de onde continuam a sair para serem os melhores naquilo que fazem, mas para onde desejam sempre regressar. A partir daqui pretendem emprestar a Sintra – paixões, talentos e vontades -, para assim, dizem, ajudar a dinamizar o concelho. Sintra agradece!

JEL30 setembro/outubro 2020

Sónia Firmino
Sónia Firmino

Diretora Jornal Economia Local (JEL)

  • 1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *