Programa de emagrecimento online

Partilhar
EDIÇÃO32 – JEL – MARÇO/ABRIL 2021

Emagrecer é uma das resoluções mais comuns a cada viragem de ano. Liliana Janicas – nutricionista de profissão – reinterpretou o conceito e deu-lhe uma nova dimensão de análise com a necessidade de mudança do padrão interno e, desde abril de 2020, que tenta motivá-lo a partir do online. Mudam-se os canais, mas não se muda a mensagem.

Estamos em 2002, diga-me onde está a Liliana Janicas nesse ano?
Estou a acabar a minha licenciatura em Dietética e Nutrição e começo logo a trabalhar, durante 6 meses, em ambiente hospitalar. Escolho a nutrição clínica, muito direcionada para o excesso de peso e para a obesidade. Apesar da motivação para emagrecer ser particularmente estética, a missão de um nutricionista é trazer mais e melhor qualidade de vida à pessoa.

Agora estamos em março de 2020……
Mudou tudo. Fui obrigada a parar. É curioso sabe, estava ainda em período pré-pandémico (2019), quando comecei a sentir a necessidade de ajudar as pessoas de outra forma. É já um clássico que grande parte das pessoas que se predispõem a emagrecer, subscrevem um plano alimentar e são cumpridores, porém, a probabilidade de voltarem a ganhar peso é recorrente. Foi neste padrão que quis intervir e concluí que a par de um plano alimentar, talvez até mais importante, está a necessidade de olhar para a mente e para as emoções.

Na prática, o que significa isso?
As pessoas precisam de mudar a relação que têm com a comida; precisam de emagrecer de dentro para fora. Verifiquei que muitas vezes a alimentação é a consequência e não o problema. No início de 2019 quis muito ajudar estas pessoas, não sabia exatamente como, mas estava convicta de que tinha de mudar de perspetiva. Foi então que comecei o Programa TYP (Theach Your Passion) – formação online certificada. Quando a pandemia se instalou eu já estava a frequentar o programa.

E como é que de repente o online a motiva e a inspira?
Em abril de 2020 criei o grupo no FB:”21 dias 21 desafios saudáveis” que captou logo muitas interessadas. Depois comecei a trabalhar no Programa Emagrecer com Alegria que integra aulas em formato zoom, uma plataforma de apoio e um grupo de FB. Fiz dois workshops com o tema “Emagrecer com Sucesso”, online e gratuitos. A ideia teve uma boa aceitação por parte das participantes e quem se identificou seguiu para o Programa Emagrecer com Alegria. Desde então já lancei três programas online diferentes. O Programa Emagrecer com Alegria já conta com quatro edições, sendo que em abril lançarei a 5ª edição.

E a passagem para o online foi disruptiva….
Sim, mas de forma positiva e extremamente aliciante…

Foi assim tão diferente….
A relação no online é muito próxima. Não se trata só de uma dieta para emagrecer (plano alimentar hipocalórico), trabalhamos uma mudança de mindset para um estilo de vida saudável que progressivamente vai ajudando a “formanda” a mudar as suas crenças, os seus dogmas e as seus pensamentos fixos, muitos dos quais nem sabia que a estavam a impedir de emagrecer. É a reinterpretação do padrão interno, como lhe disse atrás. Há muita entreajuda entre todas e esta é uma parte fundamental.

Não se confrontou com problemas nesta corrida para o digital?
Sim, confrontei-me com as mesmas questões que a grande maioria das pessoas se confrontaram quando mudaram praticamente toda a sua resposta profissional para o online; a gestão do tempo e das disponibilidades. Há que gerir a disponibilidade para estar com o outro, não sendo possível nem recomendável estar sempre “on”. É uma aprendizagem.

E as consultas de nutrição online?
Mantêm-se, mas são mais padronizadas. Neste programa sou desafiada diariamente e tem sido fantástico contactar com pessoas diferentes de Norte a Sul do país, abrangendo também as ilhas e outros países da Europa, pessoas essas que presencialmente seria quase impossível encontrar. Tenho em mim um entusiasmo crescente e muito motivador que passa naturalmente para quem investe no Programa que eu desenhei e que no final me faz ter a certeza de dever cumprido. Primeiro estranha-se, mas depois entranha-se e devo dizer-lhe que apesar do presencial ser sempre uma constatação, o online será sempre um caminho a seguir e a aperfeiçoar.

E quais as razões mais frequentes para as pessoas não conseguirem emagrecer?
São as exceções que as pessoas vão permitindo que aconteçam, o facto de encararem o plano de emagrecimento como uma obrigação e não como uma escolha, É a dificuldade em gerir as emoções e a ansiedade/ stress, a expectativa do resultado, o dormir pouco. São as tais crenças; “para mim, emagrecer é difícil e engordar é fácil” ou “eu nunca vou ser magra”. Há pessoas que não têm os objetivos bem definidos, querem resultados para ontem e esquecem-se que o mais importante é trabalhar na mudança interna.

Por último, o canal alterou significativamente o cerne da mensagem que passa ao seu público? E qual é essa
mensagem?
Sim e não! Comecei a perceber que a mudança interna é essencial para as pessoas emagrecerem e manterem o peso, e fui dando alguns inputs aos meus pacientes de como pensar, como falar, para além do plano, porém, só agora no online trabalho esta questão a um nível mais profundo. A mensagem é: Para emagrecer com saúde e alegria e ter uma relação saudável com os alimentos, temos de mudar a nossa mente (pensamentos e linguagem) e a forma como lidamos com nossas emoções. A ideia é emagrecer de dentro para fora. Quando mudamos estes padrões e apreendemos novas formas de lidar com as nossas emoções, a comida deixa de ser um problema. É possível emagrecer, comer um pouco de tudo, manter o peso e ser feliz.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *