País Turismo

Julho regista crescimento turístico

Partilhar

No mês sete, em Portugal, o turismo cresceu em número de hóspedes (mais 59,6%) e de dormidas (mais 71,9%), mas segundo uma estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE), ainda há a registar uma quebra na ordem dos 40%, face a 2019. O INE adianta, ainda: “comparando ainda com julho de 2019, observa-se um crescimento de 6,4% nas dormidas de residentes e um decréscimo de 67,6% nas dormidas de não residentes”.

A pandemia continua a condicionar a atividade turística em Portugal, apesar de os sinais serem positivos.

“Em julho, 19,1% dos estabelecimentos de alojamento turístico estiveram encerrados ou não registaram movimento de hóspedes“. Apesar de tudo, um pouco melhor do que em junho, quando 26% se encontravam nessas circunstâncias. Já em julho de 2020, eram 27,6%.

Por região, “o Algarve concentrou 34,5% das dormidas em julho, seguindo-se o Norte (15,5%), a Área Metropolitana de Lisboa (14,6%) e a Região Autónoma da Madeira (12,1%)”, indica o INE.

Se considerarmos o ano completo de 2020, mesmo os primeiros meses que antecederam a pandemia, os números deste ano são piores do quem em igual período de 2020. Há, assim, uma redução de 2,4% das dormidas de janeiro a julho, embora com diferenças importantes: entre residentes em Portugal há um crescimento de 31,7%, mas que não chegam para compensar a quebra sentida nos não residentes, de 30,7%.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *