Sandra Neves OPINIÃO

Inovar é urgente

Partilhar

A inovação é um termo que acompanha as empresas ao longo de gerações; inovar é imprescindível. Com a pandemia de Covid-19, inovar, abriu uma janela de oportunidade para as empresas ficarem mais competitivas, pondo assim de lado velhas práticas de gestão. Apesar da inovação acompanhar o mundo dos negócios, principalmente na área do empreendedorismo, para muitas empresas portuguesas o caminho parece ainda não ser esse. Por vezes é necessário um estímulo externo para que os empresários façam o “clique” e agarrem as oportunidades.
Se anteriormente para inovar era necessário iniciar um processo de avaliação, estudo de alternativas e consequente implementação das alterações nos processos, tornando, assim, o processo moroso, a pandemia encurtou o caminho. Inovar passou a ser uma questãode sobrevivência para as empresas, já que muitos setores de atividade precisaram de encontrar alternativa sob pena de desaparecerem.
Nos últimos meses podemos observar muitas empresas a inovar na sua forma de atuação no mercado. Reinventaram-se. Podemos dar como exemplo, os restaurantes que passaram a vender em takeway e delivery, as retrosarias que passaram a fazer máscaras, gráficas que passaram a fazer viseiras e acrílicos de
proteção, funcionários de empresas que passaram a trabalhar a partir de casa. Muitos são exemplos daqueles
que num “clique” inovaram os seus negócios. A pandemia empurrou as empresas para lá da sua zona de conforto e este é o momento certo para dar voz à inovação.

JEL29 julho/agosto 2020
Sandra Neves

Secretária-geral adjunta da AESintra

  • 1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *