OPINIÃO Convidados

“O momento do bairrismo”

JEL
Partilhar
Por Alexandre Guedes – Énologo

Nunca a palavra bairrismo teve tanta magnitude como nos dias que correm. Precisamos de apoiar os produtores locais. Um pequeno gesto poderá fazer a diferença neste momento de adversidades. Porquê comprar uma maçã Fuji ou Granny Smith quando temos as nossas maçãs Reinetas de Sintra? Porquê comprar um vinho branco do Douro quando temos os nossos vinhos brancos de Colares? Este é o momento em que a sua decisão poderá fazer a diferença nos pequenos negócios da nossa região. Temos sem dúvidas, dos melhores produtos nacionais, passando pelo leitão de Negrais, o nosso peixe da costa, travesseiros, pastéis da Pena, nozes de Galamares, maçã Reineta e claro que não pode faltar um bom vinho de Colares ou Sintra para acompanhar estas iguarias.Nos últimos tempos conheci algumas pessoas locais que me dizem não gostar dos vinhos de Colares… Mas referem que só provaram 1 ou 2 garrafas há uns anos atrás. Custa-me a acreditar que tal seja verdade. Se for, então estamos a fazer um péssimo trabalho na divulgação dos nossos vinhos. Temos uma região vitivinícola única onde tem existido um grande investimento de pequenos produtores. Fora de Portugal,começamos a aparecer nas luzes da ribalta por toda a história e tradição que Colares apresenta. Quantos Sintrenses sabem que Colares é das regiões vitivinícolas mais pequenas e com mais história no mundo dos vinhos? Quantos sabem que Colares é
uma das raras regiões da Europa que, após a tragédia da filoxera, ainda continua a ter as suas vinhas plantadas em pé-franco graças aos seus solos arenosos? Precisamos de nos unir e levar, juntos, a nossa Região além-
-fronteiras. Todos sabemos o quanto especial é este bairro… Mas são as pessoas que o tornam único. E não podemos deixar apagar esta chama que nos mantém tão vivos. O Turismo tem sido a grande alavanca da nossa economia local e o Verão prevê-se ser complicado para todos… Mas juntos, poderemos ultrapassar
estes obstáculos.Tenha orgulho naquilo que é seu. Seja bairrista!

JEL29 julho/agosto 2020

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *