Empresas/Negócios SINTRA

Run Code School – Nova escola de programação em Sintra

JEL
Partilhar

A Run Code School vai formar jovens da grande região de Sintra para que se transformem nos programadores que o país necessita. Quem o diz são os mentores desta startup, ambos naturais do concelho – Joaquim Miranda e Fernando Santos – o primeiro (à esqª na foto) é licenciado em Gestão de Marketing, formador certificado há mais de 15 anos e tem uma forte ligação ao movimento empresarial e social da região.

Joaquim Miranda confessou ao JEL “ter a ambição de continuar a criar, atrair e a desenvolver projetos que possam aumentar a competitividade e que gerem melhores condições para as pessoas, empresas e instituições”. Fernando Santos, a outra face do projeto, é licenciado em Engenharia Informática e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico e especialista em desenvolvimento de soluções de software que visem o aumento da eficiência das empresas. O Fernando diz gostar de conhecer o “estado da arte” em tudo o que envolve programação, mas está focado em tecnologias WEB.

Sabe-se que Portugal tem um défice de dezenas de milhares de programadores e que Sintra é o segundo concelho com mais habitantes do país. No território encontra-se uma grande percentagem de jovens que não estudam nem trabalham. Estes jovens têm grande dificuldade em encontrar o primeiro emprego, e, quando o encontram, a tendência generalizada é que não seja bem renumerado e pouco diferenciado. Interpretando essa realidade, Joaquim Miranda e Fernando Santos decidiram criar a Run Code School, focada na apresentação de alternativas que possam contrariar os números atrás referidos. Focados na solução daqueles problemas, os dois jovens gestores apresentaram a ideia à StartUp Sintra, onde, dizem, “ter encontrado todo o apoio” e, por coincidência, o diretor executivo da StartUp, João Cabral, estava numa ronda de angariação de parceiros para formações em tecnologia” .

Joaquim Miranda acrescentou: “temos um grande desafio à nossa frente, pelo que estamos neste projeto a longo prazo. O nosso grande objetivo com a criação da Run Code School, assenta em três pilares:

“na atração dos jovens para a formação em programação; na ligação diária às empresas para que façam parte de todo o processo, aumentando a probabilidade de criar empregos e no ‘despertar a atenção’ e consequente envolvimento das instituições que trabalham esta área”.

Esta dupla empreendedora destaca a vontade de que este projeto possa ganhar forma e robustez em parceria com as empresas e instituições locais, aliás, o Joaquim referiu que: “estamos concentrados na nossa missão, sustentada pelos três pilares que acabei de lhe explicar. Na fase inicial, optámos por trabalhar a projeto para que o nosso foco não esteja na angariação individual de formandos, mas na qualidade e pertinência do que estamos a construir”. Foi também importante para os dois mentores criar diferenciação na forma de aprendizagem dos jovens destinatários deste método de ensino.

Conforme referido por Fernando Santos, “acreditamos que o método de ensino tem de partir da forma como gera interesse nos jovens e não o contrário, que normalmente é o que acontece no sistema de ensino regular. Todos os dias experimentamos exercícios e formatos de avaliação diferentes para que a captação de atenção e retenção de conhecimento sejam feitos da forma mais eficaz. Criar um programador num curto espaço de tempo só é possível com uma formação muito intensa, muito submersa nesta aprendizagem pelo que só pode ser conseguido com uma entrega e entusiasmo constante por parte do formando”.

Dado que esta formação tem um custo significativo, o que seria um impedimento para a adesão de grande parte do segmento alvo, foram encontrados parceiros que fazem com que algumas ações de formação não tenham qualquer custo para os formandos. Neste momento, a Run Code School tem financiamento assegurado para formar 100 jovens do concelho de Sintra, entre os 18 e os 29 anos, em bootcamps de 10 semanas.

Quem se pretender inscrever, apenas tem que ir a:

Site Run Code School

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *