Empresas/Negócios País

Absentismo motivado pela Covid19 impacta no funcionamento das empresas

Partilhar

Segundo dados DGS, Portugal tem cerca de 400 mil pessoas em isolamento por estarem infetados com o vírus ou terem sido contatos de risco. Esta realidade está a promover o absentismo nas empresas que estão a braços com a falta de trabalhadores para manter o funcionamento normal.

À Renascença, o presidente da Confederação de Comércio e Serviços de Portugal (CCSP), João Vieira Lopes adiantou existirem “estabelecimentos comerciais com dificuldade em ter a porta aberta o dia todo”.

Era já expectável que as festividades fizessem escalar os números de forma galopante, sendo que, os empresários tentam resolver o problema estendendo os horários e distribuindo tarefas por pessoas que estão assintomáticas e em teletrabalho, porém, João Vieira Lopes, confessa, “estamos numa situação, sob esse ponto de vista, paralisante”.

O mesmo responsável associativo afirma que baixar a medida de 10 para 7 dias de período de isolamento para infetados com o vírus “melhora um bocadinho, mas não altera qualitativamente a situação”.

Não se esperam melhorias a curto prazo, e, segundo as previsões de Carlos Robalo Cordeiro, membro do grupo de peritos da ordem dos Médicos e do Instituto Superior Técnico, Portugal poderá ter mais de meio milhão de pessoas confinadas no final do mês de janeiro, existindo ainda a possibilidade “do nosso país chegar a um pico de 100 mil casos diários de Covid-19 entre os dias 20 e 24 de janeiro.”

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *