Associados Segurança Alimentar

Zumub: “Um exemplo de acompanhamento e aconselhamento”

Partilhar

A Zumub, loja de suplementos alimentares e nutrição desportiva online surgiu em 2010 e fica situada na Zona Industrial de São Marcos. Começou por focar o seu core business na nutrição desportiva, contudo, foi diversificando a sua gama de produtos em direção aos superalimentos e à alimentação saudável. Esse alargamento da gama foi uma natural consequência das necessidades dos clientes finais da marca, porém, também foi impulsionado pela vontade de ir ao encontro das necessidades de clientes profissionais, como são o Sport Lisboa Benfica e Sporting Clube de Portugal.

A Zumub tem loja física, fábrica e loja online com mais de 500 marcas de suplementos, incluindo a própria e são associados da AESintra desde julho de 2019. Em julho último contratualizaram o Serviço de Segurança Alimentar, depois de no início deste ano terem feito formação na matéria, também com a AESintra.

Foto: Urbano Veiga – CEO Zumub

O JEL quis saber qual a importância da implementação do HACCP na fábrica da Zumub e à conversa com João Marques, responsável de produção, recebeu a seguinte resposta: “a nossa fábrica foi construída para atestar a plenitude dos processos de fabrico, sabendo que os mesmo garantem a segurança e a qualidade alimentares dos produtos”. A Zumub assume assim, que a segurança e qualidade dos seus produtos devem ser sempre considerados como os dois aspetos mais importantes da marca, sendo que, a implementação do HACCP foi sempre interpretada como uma prioridade.

João Marques sublinhou a importância de estabelecer contacto com a AESintra, não só por ser um parceiro de confiança e aconselhamento na área da Segurança Alimentar, mas também pela possibilidade de estabelecer contacto com o tecido empresarial do concelho. No que respeita à avaliação que faz ao Serviço de Segurança Alimentar da AESintra, João Marques referiu “tem sido bastante positiva e saudável, um exemplo de acompanhamento e aconselhamento nesta matéria”

“Totalmente”, foi a resposta dada quando o JEL quis saber se recomendaria o Serviço de Segurança Alimentar da AESintra. É uma relação de parceiros, cujo papel da AESintra é uma espécie de auditor externo que disponibiliza o aconselhamento e o desempenho de técnicos experientes que ajudam a Zumub a garantir elevados padrões de segurança e qualidade alimentar, em todas as produções da fábrica.

Razões para contratar o serviço de Segurança Alimentar da AESintra

É usual pensar-se que só o setor da restauração precisa de implementar o HACCP – Hazard Analysis and Critical Control Point ou Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos – porém, apesar de a legislação não referir a obrigatoriedade de contratação de empresas de consultoria para apoio na implementação do sistema HACCP, a verdade é que o processo acarreta métodos, rotinas e certificações pouco acessíveis ao cidadão comum, sendo por isso desejável a contratação de uma empresa externa.

É assim que a AESintra trabalha com a Zumub, desempenhando um papel de verificação de funções e atestando a conformidade de processo na linha de produção.

Na prática, considerando o processo de fabrico, venda física e online, a Zumub tem uma dimensão de negócio já bastante considerável, integrando recursos humanos internos já treinados em matéria de Segurança Alimentar, porém, a certificação de que o HACCP está efetivamente conforme a expressão da própria Lei, só um técnico especializado pode conferir:

Daí a importância do Serviços de Segurança Alimentar da AESintra que, para além da disponibilidade próxima e diária em esclarecer todas as dúvidas, presta a Zumub um serviço de rotina que acarreta, prioritariamente, estas funções:

• Verificação dos pré-requisitos do HACCP;
• Verificação do Plano HACCP (se os fluxogramas de fabrico estão de acordo/atualizados com o que é feito, se estão todos os perigos identificados, etc. No caso da Zumub, o maior perigo associado passa pelo uso correto de aditivos adicionados);
• Verificação do sistema de rastreabilidade;
• Verificação dos cumprimentos da legislação no que toca a condições estruturais e de higiene (de acordo com o Reg. 852/2004).

JEL – Edição 34 – setembro/outubro 2021
(Errata: Na versão digital e integral do JEL a foto de Urbano Veiga – CEO da Zumub vem erradamente legendada.)

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *